Consórcio responde por 3,9% do PIB em 2020

Data da postagem: 03/06/2021


Um dado expressivo do Sistema de Consórcios é o valor dos “Ativos Administrados”. Composto por recursos aplicados mais os valores a receber dos consorciados, ele correspondeu, em 2020, a R$ 289 bilhões. Ou seja, a 3,9% do Produto Interno Bruto (PIB) do País, percentual maior que em 2019.

Os valores a receber referentes ao Sistema de Consórcios são um indicador de que milhares de pessoas estão poupando mensalmente por meio da modalidade para atingir seus objetivos.

“Fortalecido pela poupança tradicional e pela poupança programada do Sistema de Consórcios, esse círculo virtuoso, composto por poupar, produzir e consumir, torna a economia mais robusta”, explica Luiz Antônio Barbagallo, economista da ABAC.

Nesse sentido, uma análise dos últimos quatro anos, de dezembro de 2017 a 2020, mostra que os ativos administrados apresentaram crescimento de 40,3%. Saltaram de R$ 206 bilhões para R$ 289 bilhões. Paralelamente, o último resultado alcançou 3,9% de participação sobre o PIB do ano passado. Esse fechou em R$ 7,4 trilhões.

Patrimônio Líquido Ajustado cresce 14,5%

Além disso, o Sistema de Consórcios também consolidou sua evolução no Patrimônio Líquido Ajustado (PLA), em 14,5%. Avançou de R$ 16,22 bilhões, em dezembro de 2019, para R$ 18,58 bilhões, naquele mês de 2020. Na comparação dos últimos quatro anos, a alta foi de 52,4%.

Negócios geram empregos e arrecadação de tributos

Por fim, apesar da pandemia vivida desde março do ano passado, as administradoras de consórcios se reinventaram. Com isso, mostraram crescimento de 3,5% na arrecadação de tributos e de contribuições sociais, totalizando R$ 3,26 bilhões (dez/2020) contra R$ 3,15 bilhões (dez/2019).
 

Tem algum dúvida sobre consórcio? Faça uma simulação agora! 

Fonte: https://blog.abac.org.br/drops-de-mercado/consorcio-responde-por-39-do-pib-em-2020